IMG-3819.jpg

MOTIVOS PARA IR AO PSICÓLOGO

 

DEPRESSÃO

Já foi conhecida como a “Doença do século ”, tal é o impacto negativo na vida de quem sofre . Quando não tratada, os sintomas poderão se agravar e criar grandes dificuldades que podem conduzir, em casos extremos, ao suicídio. Presente e não diagnosticada nos jovens ou nas crianças tende a moldar parte importante da personalidade e ter efeitos muito negativos ao longo da vida.

Holding Hands

CRISES DE PÂNICO

As crises de pânico manifestam-se sob a forma de vários sintomas físicos, tais como taquicardia, suores frios, falta de ar , sensação de desmaio iminente, dor no peito e medo de morrer.  Entretanto, a saúde física do paciente na maioria das vezes vai bem e os sintomas são decorrentes de conflitos emocionais que necessitam da intervenção Psicoterapêutica.

Grupo de mãos dadas

FOBIAS

É sempre um desafio que passa pelo reconhecimento do paciente de que algo o incomoda ou o impede para além das forças que possui. A fobia é um sentimento exagerado de medo e aversão por algo ou alguém. A palavra fobia pode ser considerada um sinônimo de medo extremo, impedindo a pessoa de desfrutar de uma vida tranquila. É preciso aprender a lidar com este problema, criar defesas e mecanismos para o minimizar e assumir o controle.

IMG-3834.jpg

PPROCESSO DE LUTO

O luto é um processo doloroso e complexo, é uma ferida muito profunda pois a perda é sempre difícil de ser trabalhada emocionalmente. Contudo o luto é um processo natural e em alguns  há necessidade de intervenção profissional. Cada pessoa tem um ritmo pessoal e particular para lidar com a morte, dependendo muito do contexto cultural, social ou religioso em que está inserido, porém as vezes será necessária a ajuda de um psicólogo.

Holding Hands

ANSIEDADE

É um estado psíquico de apreensão ou medo provocado pela antecipação de uma situação desagradável ou perigosa.

Latim;

anxietas, que significa “angústia",

 anxius = “perturbado", "pouco à vontade”, 

anguere = “apertar", "sufocar”.

O quadro de ansiedade vem acompanhado por sintomas de tensão, em que o foco de perigo antecipado pode ser interno ou externo.

Considerada, até certo ponto, uma reação natural do ser humano, útil para se adaptar e reagir perante situações de medo , a ansiedade torna-se patológica quando atinge um valor extremo, com carácter sistemático e generalizado, em que começa a interferir com o funcionamento saudável da vida do indivíduo.

Image by Austin Kehmeier

QUE PROBLEMAS PODERÃO SER TRABALHADOS EM PSICOTERAPIA?

  • Problemas nas relações amorosas, familiares ou profissionais

  • Dependência Tecnológica

  • Instabilidade nas relações

  • Perdas, por morte ou separação, de figuras significativas

  • Dificuldade nas relações sociais - seletividade excessiva, sensibilidade à rejeição ou à critica, medo da exclusão, etc.

  • Depressão e sintomas relacionados

  • Irritabilidade

  • Baixa autoestima

  • Perda do interesse em atividades, relações ou na vida

  • Autorrecriminação

  • Ciúme intenso e possessividade

  • Desespero

  • Sentimento de destruição

  • Sensação de vazio

  • Perda gradual da capacidade de funcionar social e/ou profissionalmente

  • Hipocondria

  • Luto não resolvido

  • Ansiedade e sintomas relacionados

  • Stress persistente

  • Medos específicos exagerados

  • Pânico

  • Medo da crítica

  • Autocrítica excessiva

  • Compulsões

  • Esforço excessivo em agradar

  • Desprezo por si mesmo

  • Procura de amor-próprio e autoestima através de outros e relações amorosas

  • Dependência Emocional

  • Dificuldade em confiar ou desconfiança persistente

  • Dificuldade na auto-afirmação

  • Outros